foi adicionado ao seu carrinho.

Como criar uma lista de tarefas diárias para ser mais feliz e produtivo

Por 14 de agosto de 2020Organizando tudo!

Quando a sexta-feira chega, como você está? Feliz porque vai ter uns dias de folga no fim de semana, mas ao mesmo tempo frustrada por não conseguir realizar as tarefas importantes da semana? É normal que algumas semanas sejam menos produtivas que outras, e tá tudo bem! Mas se isso acontece de forma recorrente e atrapalha a sua rotina, é importante incluir mudanças nela para evitar que o mesmo aconteça nas próximas semanas.

Como criar uma lista de tarefas diárias para ser mais feliz e produtivo

Pra mim, não tem coisa mais gratificante que fechar a semana com o sentimento de “missão cumprida”. E para que isso aconteça, o planejamento tem que vir em primeiro lugar. Compartilhei 7 dicas para te ajudar a criar uma lista de tarefas diárias que te traga mais realização e equilíbrio.

1. Escreva tudo que vier à cabeça e libere espaço para novas ideias

As listas de tarefas tem o poder de tirar um “peso” enorme da cabeça. Você já ouviu falar do termo Brain Dump? Já fizemos um post sobre este método neste post aqui, mas basicamente, consiste em um método no qual você reúne todos os pensamentos desordenados que passam por sua cabeça. A tradução literal de brain dump seria algo como “despejo de cérebro”. A ideia aqui é escrever seus planos, atividades pendentes, compromissos ou tudo que passar pela sua cabeça para liberar espaço para novas ideias.

2. Defina a tarefa mais importante

Às vezes ficamos tentados a incluir tantas atividades em nossa lista, sem nem parar pra pensar na importância delas, e se elas realmente são necessárias. E com isso, a nossa lista só vai crescendo e crescendo. Por mais que você faça todas essas atividades, pode ser que você esteja comprometendo o que há de mais importante para fazer na lista, procrastinando a atividade principal.

Uma vez ouvi uma frase que dizia: não é porque você vive ocupado que você é produtivo. Ter clareza sobre as atividades principais pra você pode te ajudar a dar saltos grandes em muito menos tempo.

3. Categorize a sua lista de tarefas

Após escrever todas as tarefas que estão na sua cabeça e definir o que é mais importante para você, chegou a hora de categorizá-las. Eu costumo dividir entre atividades leves e atividades que vão exigir a minha concentração.

  • Difícil e fácil

No meu caso, atividades como revisar os calendários dos planners ou criar os posts para o blog ou redes sociais exigem mais o meu foco e criatividade, por isso, reservo o período da manhã e o final do dia para fazer essas tarefas. Esses períodos costumam ser mais tranquilos e sem interrupções, por isso reservo essa janela de tempo para essas atividades mais difíceis. Já outras tarefas como procurar inspirações no Pinterest para criar conteúdo, organizar a minha mesa ou responder mensagens, são mais leves e não exigem tanto foco, por isso são mais flexíveis quanto ao período do dia que vou me dedicar a eles.

  • Blocos de atividades

Outra forma de categorizar as atividades é em relação ao local em que elas são realizadas. Por exemplo, você pode categorizar as atividades que pode fazer em casa e as que faz fora de casa. Assim, se um dia tiver que sair para um compromisso , pode fazer todas as coisas que planejou fazer fora de casa, todas de uma vez.

4. Comece programando sua tarefa principal e compromissos

Ao montar a lista de tarefas para fazer no dia, comece programando a atividade principal, aquela que você definiu no passo 2 e em seguida anote os compromissos do dia como reuniões, aulas online, etc.

5. Inclua outras atividades na lista de tarefas, mas reflita antes

Não inclua as atividades de maneira automática no seu planejamento. Primeiro de tudo, reflita se aquela atividade realmente precisa ser feita (muitas vezes fazemos coisas só pela força do hábito), ou se pode ser delegada à outra pessoa para que você possa focar nas atividades mais importantes.

Se for possível, tente intercalar seu planejamento com atividades leves e difíceis no seu dia, de acordo com a categorização de tarefas da etapa 3, para que o seu dia fique mais equilibrado.

6. Pausas são essenciais

Toda bateria, por mais potente que ela seja, se ela ficar sobrecarregada constantemente, ela não terá energia por muito tempo. O mesmo acontece com nosso corpo.  Por isso, se possível, reserve um tempo para praticar um hobbie, aprender alguma coisa nova, tirar um cochilo à tarde, assistir a um filme com pipoca ou qualquer outra coisa que seja revigorante pra você.

7. Entenda a sua rotina

Por mais que algumas atividades tenham data e prazos definidos, é possível criar uma rotina mais leve e que te faça feliz. Por isso, ao final de cada semana, reflita como ela foi. Se você conseguiu realizar tudo que havia planejado, ótimo! Caso não tenha, não tem problema! O importante é sempre estarmos em busca de nos conhecermos mais para adaptar a nossa rotina. Você pode se fazer perguntas como:

  • O que eu poderia fazer para ter mais tempo para fazer a atividade X?
  • O que me impediu de concluir a atividade X?
  • Qual o melhor horário do dia para focar nas atividades importantes?

Espero muito que essas dicas possam te ajudar a criar uma lista de tarefas para que você atinja seus objetivos e consiga manter uma rotina que te traga alegria e muitas realizações!

Quer receber os posts da A.Craft no seu email?

Autor Liana Uehara

Mais posts por Liana Uehara

Participe da discussão Um Comentário

Deixe uma resposta